Quando pensamos em realizar uma obra, construção, ou reforma em nossa casa, é preciso tomar cuidado com os diferentes tipos de piso e suas utilidades. Um desses tipos são as áreas frias, que são mais fáceis de limpar e onde normalmente ocorre um maior contato com a água (seja pela exposição à chuva ou por serem lavados). Exemplos dessas áreas são banheiros, cozinhas, sacadas e áreas de serviço.

É preciso estar atento ao caimento do piso, que nada mais é que o caimento da água no piso para que a água tenha para onde ir, evitando poças, que podem facilitar o aparecimento de umidade de infiltração e trazer prejuízos. A longo prazo, o acúmulo de água pode trazer mofo, bolor, ferrugem, cupins e até falhas estruturais.

Como fazer?

Para dar o caimento corretamente, basta acrescentar alguns centímetros de altura de inclinação (rebaixar 1cm de piso para cada metro) para onde queremos que água escorra, normalmente em direção a um ralo.

Em banheiros, é preciso pelo menos dois ralos – um apenas para o chuveiro (para que a água do banho escorra em direção ao ralo) e outro na parte de fora, para quando o banheiro for lavado, a água escoa em direção ao ralo também. É necessário também um caimento de piso e um ralo em lavanderias, pois senão a máquina de lavar pode inundar cômodos adjacentes.

Muitas pessoas acham que não é necessário fazer caimento na cozinha, pois acreditam ser “área seca”, mas também é necessário lavar o piso da cozinha, especialmente se houver a presença de gordura ou alimentos no chão, o que pode trazer insetos e outros problemas.

O caimento do piso pode parecer apenas um detalhe em vista de desafios maiores na construção civil, porém os danos e estragos que um caimento incorreto pode trazer para seu projeto não pode ser desconsiderado. Fale sempre com sua construtora ou seu pedreiro para ter certeza que o caimento foi feito corretamente e evite um stress na hora de realizar sua obra.

Leave a Reply