O período de chuvas, principalmente em nosso clima tropical, pode parecer um grande problema para quem quer começar a construção de casas ou obras. Quando possível, é preferível evitar construir ou realizar alguma obra em período de chuvas. Porém isso nem sempre é possível, especialmente com obras mais extensas, sendo assim inevitável ter que tomar cuidados especiais para não ter prejuízo ou atrasos devido ao tempo.

Por onde começar?

Em primeiro lugar, é necessário priorizar as fundações da obra, para que a mesma seja concluída o mais rápido possível. Se houve chuva nessa fase, estar atento para cobrir a área com lonas plásticas.

Em períodos chuvosos e úmidos, é indicado um sistema independente para estruturação, ou seja, primeiro se faz a estrutura e logo em seguida a mesma é coberta com plástico ou telhado, possibilitando trabalhos posteriores em local seco.

É importante priorizar ou evitar execução de certos itens, olhando de perto a previsão do tempo. A insistência em não querer evitar o serviço e ignorar a umidade elevada pode levar a atrasos no cronograma ou perdas para o bolso, pois o trabalho eventualmente terá que ser refeito.

O planejamento e administração da mão de obra é parte fundamental do processo. Para que não ocorra atrasos, é sugerido que a contratação seja feita por empreitada, o seja, a construção é dividida em várias etapas para que o eventual prolongamento devido às chuvas não prejudique o andamento total da obra ou reforma.

Cuidar dos materiais utilizados na obra para que não estraguem com a chuva e a umidade é importante. Cubra tijolos e outros materiais com uma lona plástica ou algum outro material impermeável e utilize muretas para guardar a areia; pois isso evita que ela escorra com as chuvas e se perca. Os materiais devem ser guardados em um local coberto, seco e arejado. Parece trabalhoso, mas o trabalho extra compensa as perdas econômicas, de tempo e de serviço que a umidade e água excessiva causariam na construção.

admin_LOC

About admin_LOC

Leave a Reply